Imprensa

Projeto apoiado pela Ypê viabilizou expedição para analisar qualidade da água do Iguaçu e mobilizou a sociedade em defesa do rio

25 de outubro de 2018 104 visualizaram

A Fundação SOS Mata Atlântica com apoio da Ypê, empresa líder no segmento de higiene e limpeza no Brasil, iniciou em outubro mais uma etapa do projeto Observando os Rios e realizou uma expedição técnica que percorreu o rio Iguaçu – desde sua formação, no encontro dos rios Iraí e Atuba, em Curitiba, até a foz no rio Paraná, na tríplice fronteira em Foz do Iguaçu. O projeto que é patrocinado pela Ypê conta com mais de 3.500 voluntários que analisam mensalmente a qualidade da água de rios nas bacias do bioma Mata Atlântica, que abrange 17 estados do país.

Ao longo dos quase 70 anos de história com o consumidor brasileiro, a Ypê mantém o compromisso em seu DNA em atuar de forma responsável em relação ao meio ambiente.

Para a Ypê é um honra apoiar o projeto Observando os Rios e mais essa etapa de alerta, mobilização e concientização da população dos cuidados que precisamos ter com o nossos rios.

Para essa excursão cientifica, a ONG analisou por 10 dias a qualidade da água de um dos corpos d’água mais importantes do Brasil, declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, no trecho protegido pelo Parque Nacional do Iguaçu e que forma as Cataratas. Além de analisar a água, nos 19 pontos de coleta a equipe da expedição ouviu as comunidades locais, especialistas e lideranças que convivem com o rio e seus afluentes e que promoveram, em anos anteriores, expedições ao longo da bacia hidrográfica.

Ao fim da expedição, ocorrido no último dia 19 de outubro, a SOS Mata Atlântica reuniu parceiros locais, especialistas e gestores de Unidades de Conservação da bacia do Iguaçu e do Parque Nacional do Iguaçu em uma navegação na região onde nascem as Cataratas do Iguaçu. O objetivo da expedição foi mobilizar a sociedade e autoridades para a urgente necessidade dos países e, em especial do Brasil, assumirem compromissos e metas efetivas de melhoria da qualidade da água dos rios, córregos e mananciais das bacias brasileiras e das bacias transfonteiriças, como o rio Iguaçu – de grande importância internacional e estratégica para o Brasil, Argentina e Paraguai. Além disso, a SOS Mata Atlântica quer chamar a atenção para as enormes ameaças e agressões que o rio tem sofrido no trecho brasileiro, desde sua formação na região metropolitana de Curitiba, até a foz.

Informações à Imprensa Ypê

FSB Comunicação – (11) 3165 -9712 - ype@fsb.com.br

Informações à imprensa - Fundação SOS Mata Atlântica - Luiz Soares

Tel.: (11) 96199-1050

Email.: luiz@sosma.org.br






Compartilhe

Publicações relacionadas